Ano novo

ano novo é celebrado na passagem do dia 31 de dezembro para o 1º de janeiro. Este dia é celebrado anualmente e mundialmente e também é chamado de Réveillon, termo em francês que significa “despertar”.

Origem do Ano Novo

Jano era o deus representado por uma figura com uma face voltada pra trás (passado) e outra pra frente (futuro). A sua face média era desconhecida, digo, a verdadeira, pois que era tida como o nexo, o momento exato da passagem do que foi para o que virá. É exatamente esse nexo que considero como verdadeiro Reino de Jano. É justamente em sua homenagem que o mês de janeiro (Mens Januarius) recebeu esse nome, o “mês de Jano”. Por ele, temos a noção prosaica de passagem de um ciclo anual de atividades a um novo.

Busto de Jano no Vaticano

O nome do mês Janeiro deriva de Jano, um antigo deus romano que tinha duas caras.
Era o deus dos portais e dos princípios, das vindas e das idas, simbolizando o conhecimento do passado e do futuro. Era o protetor de todo o assunto concreto e abstrato: das portas (Janue) das casas, do começo do dia, do mês, do ano, daí que o primeiro mês se chame Janeiro (januarius). Os Romanos faziam sacrifícios a Jano no princípio de um novo ano, esperando que este sacrifício lhes trouxesse os favores do deus nos meses que se avizinhavam.
Janeiro, cujo nome se origina de deus Jano, foi acrescentado ao calendário por Numa Pompílio (715-672 a.C.), sucessor de Rômulo, personagem histórico-mítico que, segundo Plutarco, teria fundado Roma em 21 de março de 753 a.C.
Confira completo em: Ano novo

Author:

velit viverra minim sed metus egestas sapien consectetuer, ac etiam bibendum cras posuere pede placerat, velit neque felis. Turpis ut mollis, elit et vestibulum mattis integer aenean nulla, in vitae id augue vitae.